quinta-feira, 22 de outubro de 2009

windows 7 enterprise (32) e (64) bits


Com o lançamento cada vez mais próximo, a Microsoft já liberou uma versão nova do Windows 7 para download. Com a retirada da versão RC, o sistema operacional que chega às lojas em outubro já está disponível para download e é gratuito por 90 dias até que a versão definitiva comece a ser comercializada. Este download não é o mais rápido que você já viu, afinal o arquivo é pesado e pode demorar algumas horas para ser totalmente baixado.

Para poder fazer este download é preciso passar por uma série de formulários. O primeiro deles exige que você faça o login da sua Windows Live Account. Se você utiliza serviços Microsoft tais como o Windows Live Messenger ou uma conta Xbox Live, por exemplo, você já possui uma Windows Live Account. Depois, você deve preencher um formulário informando seus dados e o porquê de estar baixando o Windows 7 Enterprise.

Caminho direto para os programas

Agora você pode inserir seus programas ao lado do botão iniciar sem a necessidade de separações para ícones de inicialização rápida. Basta arrastar o ícone do programa desejado (ou um atalho para ele) até a barra para fixá-lo nela. Mesmo que o programa não esteja rodando, ele será mostrado continuamente, podendo ser aberto instantaneamente com apenas um clique.


De modo a tornar o acesso ainda mais ágil, clicando com o botão direito sobre os programas que estão na barra de tarefas você abrirá as chamadas “Jump Lists”. Estas listas rápidas contêm diversas áreas dos programas — tais como configurações, páginas de documentos, opções específicas e arquivos abertos recentemente — para que você chegue direto ao ponto, economizando cliques e tempo.

Uma espiada no seu Desktop

Se você precisar conferir algum dado ou arquivo que está localizado na sua área de trabalho, debaixo de uma pilha de janelas, saiba que agora não é mais necessário minimizá-las. O recurso é chamado de Aero Peek e torna tudo que está na tela translúcido, permitindo que você veja tudo que está por baixo.

Basta levar seu mouse até o lado direito da barra de tarefas, sobre um pequeno botão para ativar seu funcionamento. Se for necessário, clique sobre este botão para minimizar todo o conteúdo que estiver no caminho e, para restaurar tudo ao estado anterior, repita a operação.

Comparação lado a lado

Continuando com os novos recursos de visualização de conteúdo do Windows 7, temos também o modo de comparação entre duas janelas, afinal, quem é que nunca quis avaliar bem suas compras antes de finalizá-las, ou ainda comparar o antes e depois de uma edição de imagem ou vídeo?

Para deixar duas janelas lado a lado, separadas exatamente no centro da tela, arraste uma delas em direção ao canto superior esquerdo e outra para o canto superior direito. Voilà!

Redes e compartilhamento sem complicações

Quem nunca se bateu tentando montar uma rede em casa, não é mesmo? E é justamente aí que está outra promessa do novo sistema da Microsoft. O Windows 7 é capaz de reconhecer automaticamente todos os dispositivos que estão conectados — ou ao alcance — ao seu computador através de cabos ou por meio de redes sem fio (Wi-Fi).

Uma vez reconhecidos, eles podem ser abertos como se fossem outros discos rígidos para a visualização de arquivos (dependendo das configurações de compartilhamento selecionadas para cada máquina) ou também como centrais de multimídia, conforme foi demonstrado durante a CES.

Ao executar o Windows Media Player, por exemplo, você pode escolher entre abrir uma música que está no seu laptop e tocá-la no seu computador, ou ainda mandá-la para outro aparelho, como um Xbox 360, sem a necessidade de fios e sem complicações. Todo o processo é instantâneo e automatizado.

Solução imediata e automática de problemas

Pode parecer mentira, mas a detecção automática de problemas no sistema e a busca automatizada de drivers para dispositivos não reconhecidos passou por uma remodelagem completa e agora funciona pra valer!

Basta seguir os passos descritos na tela e aguardar alguns instantes. Lógico, não é com tudo que a busca vai funcionar, mas para a grande maioria de placas e dispositivos o resultado é surpreendente.

Comandos por toque: um futuro inevitável

A onda começou com os primeiros Pocket PCs, ganhou muita força com os iPhones e iPods Touch (os portáteis da Apple, que contam com suporte completo para a tecnologia, reconhecendo inclusive múltiplos toques simultaneamente) e ultimamente aterrissou nos laptops, principalmente da marca HP.

Os comandos por toque são parte do futuro, garantindo um nível de interatividade ainda maior com conteúdos e aplicativos.

É justamente por isso que agora o Windows já oferece suporte nativo à tecnologia, contando com os recursos necessários para a sua operação e também aplicativos especiais, como o Surface Globe, um mapa similar ao Google Maps controlado apenas com gestos e com suporte a rotação e zoom em tempo real.

Torne suas conversas mais divertidas

Para os fãs de bate-papos e conversas por MSN, a Microsoft preparou uma surpresa. Na versão do Windows Live Messenger que acompanha o Windows 7 Beta, você pode gravar pequenos vídeos com sua webcam e utilizá-los como imagem de exibição, dando um toque muito mais personalizado às suas conversas.

Além disso, os emoticons (as expressões em forma de desenho) podem ser atrelados à sua imagem, isto é, a cada vez que você mandar um sorriso ou uma cara de choro para alguém pela janela de conversação, por exemplo, a sua exibição imediatamente mudará para uma correspondente.

Obviamente, para que tudo funcione, é necessário que você registre as fotos manualmente. Ao menos o processo é bem simples.

Muito, mas muito mais veloz

De todas as novidades, talvez a que mais agrade aos usuários é a redução do número de serviços que é carregado na inicialização do sistema. Abrindo apenas o necessário para o seu funcionamento, o Windows torna-se mais leve tanto em termos de consumo de memória quanto de processamento.

O resultado é um desempenho muito superior em todos os momentos, seja para abrir programas e janelas ou para carregar arquivos, aceitável até mesmo em máquinas não tão robustas, carregando sem dificuldades a interface Aero Glass.

Sem os mesmos incômodos

Uma das principais reclamações entre aqueles que optaram por utilizar o Windows Vista nos últimos anos foi relativa à constante presença das caixas de confirmação para a movimentação de dados entre pastas, para a instalação de programas e também para o acesso a certas configurações de sistema.

Esta infraestrutura de segurança, chamada de UAC (User Account Control), apesar de visar reduzir os riscos no acesso dos aplicativos — prevenindo desta forma que malwares e outros arquivos potencialmente perigosos ganhem entrada livre ao núcleo do sistema operacional — torna-se irritante com o tempo.

No Windows 7, o UAC está presente para tentar manter a integridade do seu computador, mas de forma mais sutil. Ao contrário do que foi visto com seu antecessor, no Windows 7 poucas são as vezes em que você se deparará com os alertas e telas escurecidas.

Mais perto da perfeição

Infelizmente, nada é perfeito. Se tudo parecia bom demais para ser verdade, saiba que existem algumas inconsistências no Windows 7. Essas inconsistências ficaram escancaradas na versão Beta, mas agora elas estão drasticamente reduzidas.

Nem todos os programas se comportam bem no novo ambiente da Microsoft, o que resulta em travas gerais de sistema ou ainda parciais, fechando o aplicativo imediatamente. No entanto, a Microsoft já anunciou que a versão Ultimate do Windows 7 vai contar com o XP Mode, uma plataforma virtual para a execução de programas do Windows XP sem problemas de compatibilidade.

De qualquer maneira, o salto que o Windows 7 deu desde janeiro é gritante. É surpreendente ver que um sistema com lançamento previsto apenas para daqui a alguns meses já é tão sólido e bem acabado.


DOWNLOAD -



Nenhum comentário:

Postar um comentário